Cabelos com cachos definidos sempre? Sim, é possível!

  • permanente-digital-resolucaomelhor
  • permanente-digital-02
  • permanente-digital-08
  • antes
  • depois

A moda para cabelos é tão dinâmica quanto a das passarelas. O que ontem ditava regra hoje já é passado. Mas uma coisa é certa, todas já desejaram, em algum momento, ter os cachos definidos de Gisele Bündchen.

Alisa, descolore, enrola, encurta. Este é o dia a dia dos salões de cabeleireiro pelo mundo. Inúmeros são os produtos, técnicas e cuidados que diferenciam uns dos outros. E agora, mais do que nunca, a tecnologia também é uma grande aliada.

O permanente digital chegou no Brasil sem muita divulgação, contudo, a Tampopo Hair Cutting Team popularizou a técnica japonesa que já foi aprovada por inúmeras clientes.

A saúde dos fios é muito importante quando o assunto é o uso de química. E este produto tem essa prerrogativa. Saudável e duradouro, o tratamento proporciona o efeito de cachos naturais e abertos, que fazem muitas mulheres suspirarem, e é o novo queridinho nos salões. Isso mesmo, nada do liso que comandou as ultimas estações, a moda agora são os cachos soltos e volumes.

A técnica está sendo utilizada principalmente por clientes com cabelos indefinidos ou com pouco ou muito volume e, por ser menos agressiva, já está na cabeça de inúmeras clientes da Tampopo Hair Cutting Team.

Sobre o permanente digital:

Apesar de a técnica ser menos agressiva, uma análise dos fios deve ser feita para evitar qualquer incompatibilidade. Cabelos com químicas anteriores possuem restrições.
O tempo que o produto fica no fio, durante o permanente digital, é menor do que no permanente tradicional, mas varia conforme o tipo de cabelo e tamanho de mechas. Em média, todo o processo leva cerca de três horas.
O procedimento é simples: aplica-se o produto nos fios e enrola-se nos bigudins, que são uma espécie de bobes ligados à máquina digital que aquecerá e garantirá a memória de cachos no cabelo. A durabilidade chega a seis meses.

 

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário